Pular para o conteúdo

PSQ amplia abrangência com novos participantes e volume de tintas conformes é recorde

Desde 2019, onze novos fabricantes ingressaram no programa, que agora tem maioria de empresas não associadas à Abrafati.

 

O Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias (PSQ) fechará 2021 com 45 empresas participantes, o maior número desde o seu início. Esses fabricantes, com unidades fabris espalhadas por 16 estados, em todas as regiões do Brasil, representam mais de 85% do total da produção nacional e permitem que qualquer consumidor tenha acesso a tintas com qualidade reconhecida.

Neste ano, pela primeira vez, tornaram-se majoritários os participantes que não são associados à Abrafati: 23, do total de 45. Essa é mais uma reafirmação do fato de que se trata de um programa aberto a todos os interessados, cujo único pré-requisito é a produção de tintas em conformidade com as normas técnicas. A Abrafati é a responsável pela coordenação do PSQ, mas o programa não é seu: está vinculado ao PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat), que faz parte da Secretaria Nacional de Habitação, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Outro recorde estabelecido neste ano está ligado ao volume de produção dentro da conformidade técnica, representando cerca de 90% do total do mercado. De acordo com as estatísticas setoriais, será ultrapassada a marca de 1 bilhão e 300 milhões de litros, o que representa um consumo per capita superior a 6 litros por habitante.

No próximo ano, o programa completa 20 anos e esses dados consolidam a percepção de que se trata de uma iniciativa vitoriosa, que mudou o panorama das tintas imobiliárias no Brasil.

 

Conheça o site Tinta de Qualidade: www.tintadequalidade.com.br

 

Comitê de Tintas da ABNT desperta interesse crescente e apresenta resultados consistentes

Ano termina com 89 normas técnicas sobre tintas em vigor, com constante discussão de projetos e de revisão de escopos.

 

Completando 10 anos de atuação em 2021, o Comitê Brasileiro de Tintas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), conhecido como CB-164, tem hoje um histórico extremamente positivo de realizações.

Coordenado pela Abrafati, o Comitê realiza reuniões regulares, que contam com quórum elevado e qualificado, envolvendo profissionais da indústria de tintas, de fornecedores de matérias-primas, embalagens e equipamentos, além de consultores independentes e representantes de instituições de pesquisa.

Graças a essa ampla participação, vem sendo desenvolvido um trabalho consistente de produção e revisão de normas técnicas relacionadas às tintas, que traz uma valiosa contribuição para a isonomia competitiva e o desenvolvimento tecnológico. O processo de consulta pública desenvolvido a cada nova norma técnica é mais um ponto positivo nessa jornada, permitindo que mais gente se manifeste e que os projetos recebam aprimoramentos.

O Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias (PSQ) estimulou fortemente o processo de normatização, mas a atuação do Comitê é mais abrangente, estendendo-se para todos os tipos de tintas: no total, hoje, há 89 normas técnicas em vigor, das quais pouco mais da metade (48) se referem às tintas imobiliárias.

Outros importantes indicadores, que revelam como a cultura da normalização se consolida cada vez mais no país, são o número de normas adquiridas (cerca de 1.200 desde 2019) e o de normas visualizadas (mais de 7.600 no mesmo período).

CIPRA 2021 fortalece-se como evento-chave sobre pintura anticorrosiva, com apoio da Abrafati

Evento deverá ter nova edição em 2022, dentro do Abrafati Show, ampliando ainda mais a sua repercussão.

A segunda edição do Congresso Internacional de Pintura e Revestimentos Anticorrosivos (CIPRA), realizada nos dias 01 e 02 de dezembro no Rio de Janeiro, foi um grande sucesso, em termos de público e de qualidade da programação. Foram dois dias de palestras de alto nível, de exposição de inovações e de forte interação entre profissionais desse importante segmento.

Organizado pelo CTQFF (Centro de Treinamento e Qualificação Fernando Fragata) e pelo Capítulo Brasil do SSPC (The Society for Protective Coatings), o evento contou com o apoio e a participação ativa da Abrafati, assim como de várias empresas associadas. A Associação manteve um miniestande na área de exposição e esteve envolvida nas diversas atividades, inclusive na cerimônia de abertura, na qual seu presidente-executivo, Luiz Cornacchioni, foi convidado a fazer o pronunciamento inicial.

A parceria que vem se estreitando entre as entidades, envolvendo cooperação e desenvolvimento de ações conjuntas, deverá render novos frutos em breve: a primeira edição do CIPRA em São Paulo está planejada para ocorrer dentro do Abrafati Show, em junho de 2022. Será uma oportunidade de fortalecer ainda mais a presença de temáticas relacionadas às protective coatings na programação técnica e de ampliar a participação de profissionais e empresas dessa área.

Prêmio Abrafati de 2021 reconhece mais três trabalhos de alto nível

Na cerimônia virtual de entrega, vencedores destacaram que inovação é palavra-chave para o setor.

 

Ontem (06/12), foi entregue o Prêmio Abrafati de Ciência em Tintas. A 22ª edição dessa premiação, promovida desde 1987, reconheceu seis pesquisadores, autores de três trabalhos inovadores, relevantes e tecnicamente consistentes.

A cerimônia virtual de entrega contou com a participação da maior parte do Conselho Diretivo da Abrafati, reafirmando o valor da pesquisa, do desenvolvimento tecnológico e da inovação para o setor, assim como a prioridade dada a esses temas pela Associação. O Conselho Técnico-Científico da Abrafati, responsável pela avaliação, também esteve representado no evento, no qual destacou a elevada qualidade técnica dos 10 estudos que concorreram neste ano e a dificuldade de selecionar apenas três para serem premiados.

Alexandre Gonçalves Cordeiro Neto, do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica, conquistou o primeiro lugar com o trabalho “Óleo de tungue microencapsulado como inibidor de corrosão natural versus fosfato de zinco. Avaliação comparativa: performance e proteção anticorrosiva em tinta alquídica industrial monocomponente”. A alta qualidade do trabalho foi ressaltada, juntamente com o fato de ter sido elaborado por um jovem pesquisador, o que fortalece a percepção de que os temas relacionados às tintas têm encantado cada vez mais as novas gerações.

O 2º lugar coube aos pesquisadores Ariel Brandt Lopez e Eduarda Diefenbach e seus orientadores Ernani Otávio Papudo e Rogério B. Auad, todos da RMA Tech, startup que se dedica à criação de soluções inovadoras para a indústria de tintas. O trabalho reconhecido intitula-se “Ajuste do poder de cobertura seca em tintas imobiliárias através da técnica de transmitância em equipamento específico”.

Já a 3ª colocação foi obtida por Manuel Julimar Lopes, da Lopes Química, que se consagra como o recordista em número de Prêmios Abrafati: recebeu-o sete vezes. O trabalho que apresentou nesta edição foi “Videocirurgia rastreada por rádio frequência (RFID): solução dos problemas de fixação e revestimento de chip eletrônico em pinças laparoscópicas com uso de tinta epóxi biocompatível”.

Com esses três prêmios entregues, foi alcançada a marca de 54 trabalhos reconhecidos ao longo dos anos, formando um valioso acervo de conhecimentos. Nesta edição, foi superada a marca de 100 diferentes profissionais contemplados com esse valorizado troféu – alguns deles em mais de uma ocasião –, o que reforça a importante contribuição dessa iniciativa para o impulso à inovação.

 

Para assistir ao vídeo da cerimônia de entrega, acesse https://youtu.be/9yB7LvA8G2U

LatinPin reelege Comissão Diretiva, tendo a Abrafati na Vice-Presidência

Em assembleia realizada ontem, 01/12, Luiz Cornacchioni foi eleito para um novo mandato.

Reunindo entidades dos principais países fabricantes de tintas da América Latina (Brasil, México, Argentina, Colômbia, Uruguai e Equador), a LatinPin – Federação Latino-Americana de Associações de Técnicos e Fabricantes de Tintas vem se consolidando como importante interlocutor em diferentes fóruns e fortalecendo sua atuação como disseminadora e indutora das melhores práticas na região.
Em eleição realizada em sua Assembleia do último dia 01/12, os representantes dos diferentes países escolheram a Comissão Diretiva para o próximo ano, decidindo renovar o mandato dos atuais dirigentes, por entender que o trabalho que vem sendo desenvolvido é positivo e que é preciso dar continuidade a ele.
O presidente-executivo da Abrafati, Luiz Cornacchioni, ocupará novamente a 1ª Vice-Presidência, reafirmando o compromisso da Associação em colaborar para a integração regional e o intercâmbio de conhecimentos e experiências. Arius Zúñiga, presidente da Anafapyt (Asociación Nacional de Fabricantes de Pinturas y Tintas, do México), seguirá como presidente da LatinPin, e Nicolás Iadisernia, presidente da Atipat (Asociación Tecnológica Iberoamericana de Pinturas, Adhesivos y Tintas, da Argentina), será o 2º vice-presidente.
Feito o balanço das atividades deste ano e aprovados os planos de trabalho para 2022, a LatinPin prosseguirá com a sua atuação com foco no fortalecimento da sua representatividade, na discussão e construção de estratégias conjuntas relacionadas à sustentabilidade e à regulação, na promoção de fóruns de discussão, no compartilhamento de informações e na estruturação de um sistema estatístico regional.