Feed de Notícias

Publicado em 05.08.2015

Resolução do Conama classifica embalagens de tintas imobiliárias como resíduos recicláveis

Image

Resolução nº 469/2015, que oficializa a alteração da classificação, entrou em vigor em 30 de julho.

Publicada no Diário Oficial da União no último dia 30 de julho, a Resolução Conama no 469/2015 altera a resolução que trata da gestão dos resíduos da construção civil (307/2002). O novo texto classifica as embalagens de tintas imobiliárias como resíduos recicláveis classe B.

A proposta de alteração foi apresentada pela Abrafati, que a defendeu a partir de estudos técnicos que comprovam a não periculosidade desses materiais. Com argumentos consistentes e um trabalho que levou em conta as recomendações de especialistas das Câmaras Técnicas do Conama, a mudança foi aprovada em Plenária do órgão no final de maio.

“Foi uma grande conquista para o setor, para a qual a Abrafati trabalhou arduamente. O texto legal foi aperfeiçoado, ficando mais claro para os usuários e permitindo que a indústria de tintas tenha todas as condições, tanto técnicas quanto legais, para que suas embalagens possam ser destinadas juntamente com todas as outras embalagens não perigosas. Isso facilita o atendimento aos princípios de sustentabilidade e às exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos”, afirma Gisele Bonfim, gerente técnica e de Assuntos Ambientais da Abrafati.

Associados

Image
Logo Advancion
Logo AkzoNobel
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Logo Brasilux
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Logo Tintas Dacar
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Logo Tintas Irajá
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image