Pular para o conteúdo

Cura por radiação: um dos temas em destaque no Congresso da Abrafati

Parceria com a RadTech South America se mantém, contribuindo para a participação de especialistas e a disseminação de conhecimentos sobre essa tecnologia.

Até o próximo dia 10 de março, é possível submeter papers à apreciação do Comitê Científico do 17º Congresso Internacional de Tintas, que se realiza de 28 a 30 de setembro, como parte da Abrafati 2021.

Sendo uma das principais vertentes da inovação na indústria de tintas, espera-se que este ano a cura por radiação mantenha sua forte presença na programação do Congresso. Isso permitirá que ocupe novamente lugar de destaque – como já acontece há muitos anos –, possibilitando a difusão de conhecimentos essenciais relacionados às contribuições dessa importante tecnologia para a qualidade, a produtividade e a sustentabilidade. Entre elas, incluem-se economia de energia, retardamento de chamas, aumento da velocidade da cura e melhoria no desempenho das tintas.

A parceria de longos anos entre a Abrafati e a RadTech South America impulsionará, uma vez mais, a apresentação de trabalhos sobre esse tema por especialistas conceituados, do Brasil e do exterior, ampliando e enriquecendo o acervo de conteúdos oferecidos aos participantes do evento.

Para a avaliação do seu paper, o candidato deverá enviar um resumo para avaliação do Conselho Científico do Congresso, em português ou inglês, informando também seus dados profissionais.

Para submeter um trabalho, acesse https://flame.firebird.systems/Vincentz/Abrafati2021/MySubmissions

Inscrições abertas para nova edição online do Curso de Tintas da Abrafati

Aulas iniciam-se em 22 de março e vão até maio, seguindo uma programação que envolve temas-chave para técnicos e gestores.

 

A primeira edição online do Curso de Tecnologia em Tintas da Abrafati, realizada entre setembro e novembro do ano passado, foi um sucesso: atraiu 34 alunos e abriu a possibilidade para que profissionais de todo o país tivessem acesso a essa importante iniciativa de capacitação.

A experiência positiva será repetida agora: já estão abertas as inscrições para uma nova edição do curso online, que começa no dia 22/03 e vai até maio.

Novos conteúdos foram agregados ao programa, entre os quais uma aula sobre cargas minerais e uma sobre os desafios da sustentabilidade em tintas, além de ser dedicado mais tempo à pintura automotiva. Com isso, três novas aulas foram acrescentadas, fazendo o total subir para 29. Outra novidade será a palestra de Elaine Poço, diretora da AkzoNobel e membro do Conselho Técnico-Científico da Abrafati, na aula inaugural.

O curso é especialmente indicado para profissionais das áreas técnicas e de gestão de fabricantes de tintas, fornecedores e outras empresas e instituições relacionadas ao setor, por proporcionar uma visão panorâmica sobre as tintas, das matérias-primas e processos até os produtos e suas aplicações. Desenvolvido de acordo com a realidade da indústria de tintas no Brasil, tem como professores um grupo muito qualificado de profissionais que somam a experiência no setor a uma sólida bagagem técnica.

Empresas associadas têm desconto, assim como as que inscreverem mais de um participante.

 

Para saber mais, acesse https://abrafati.com.br/curso-de-tecnologia-em-tintas/

Vídeo destaca nova maneira de informar, na embalagem, o rendimento das tintas imobiliárias

 

Nova regra entra em vigor em 26/03, valendo para tintas látex nas quatro categorias (Econômica, Standard, Premium e Super Premium) e para vernizes brilhantes à base de solventes.

Já está no ar, no canal do YouTube da Abrafati, o vídeo que a Associação produziu para deixar mais claras as mudanças que resultam do novo conceito de rendimento acabado das tintas imobiliárias. Essa melhoria, discutida extensivamente no Comitê Brasileiro de Tintas (CB-164) da ABNT, foi oficializada em norma técnica e sua aplicação nas embalagens passa a valer para os produtos fabricados a partir do próximo dia 26 de março.

De maneira didática, o vídeo mostra como esse novo conceito torna a informação sobre rendimento mais clara, com a indicação da área a ser coberta totalmente pela tinta ou verniz contidos na embalagem. Não se falará mais, por exemplo, em rendimento por demão, uma forma que era amplamente utilizada, mas que não proporcionava um entendimento preciso e uniforme: quem compra a tinta não quer saber isso, e sim qual é a área que o produto cobre.

A uniformização de como essa informação sobre rendimento deve ser exposta na embalagem é outro ponto alto do vídeo, que destaca que isso ajuda todos os públicos envolvidos com as tintas: dá para saber muito melhor a quantidade necessária para cobrir completamente uma determinada área.

Para completar, o vídeo deixa claro que essa nova forma de apresentar o rendimento não representa nenhuma alteração na qualidade dos produtos ou nas suas características.

 

Assista ao vídeo neste link: https://www.youtube.com/watch?v=gJuj_NI1l-0.